Os Super Homens de hoje

superIIHoje saí de manhãzinha para o meu treino matinal (quase de certeza que falarei sobre isto num post futuro) e enquanto fiz o percurso de elevador até à rua decidi que era dia de vacinação (nem imaginam a quantidade de pensamentos e de mudanças de ideias que consigo ter dentro deste elevador, no percurso exaustivo do 1º ao r/ch!). Mas 75% dos oito pés tinham vacinas para levar. Os restantes 25% (ou seja o #42) talvez sim, talvez não. Sinceramente, nunca lhe conheci o boletim de vacinas e a vontade que demonstra por esta parte da sua saúde é extraordinariamente diminuta.

Após o meu treino intensivo e aldrabado, fui buscar os 3 elementos do sexo masculino dos oito pés a casa. Já estavam prontos à espera da mamã. Nisso o #42 nunca falha e tem um poder de organização muito superior ao meu (sim! baba-te lá a ler isto!). Aliás, o #27 e o #pedescalço estavam vestidos, as camas feitas e já se ouvia a máquina da roupa a fazer o seu barulho característico.

Fizemos uma passagem rápida pela farmácia, para comprar as vacinas fora de plano. O #pedescalço tinha que juntar a rotateq às normais do plano e o #27 apenas ia levar a nova da meningite (começa por b…). Sou sempre muito desconfiada destas novas vacinas e acho sempre que é a industria farmacêutica a criar estas necessidades, mas depois da “ensaboadela” que levei da pediatra achei por bem levarem. E a moda da “não vacinação” nem sempre dá bons resultados. Basta olhar para as ultimas noticias vindas de Espanha.

Vacinas compradas e aqui vamos nós para o centro de saúde. É importante salientar que o #pedescalço não fazia ideia ao que ia, mas o #27 sim e mesmo assim mantinha a sua boa disposição, principalmente porque não ia à escola. A entrada para a sala de vacinação é rápida e lá começamos nós:

#38 – fui a primeira para mostrar ao #27 que não custa nada. Enchi o peito de ar e mantive os olhos abertos e o sorriso na cara, enquanto na realidade me apetecia chamar nomes à enfermeira.

#27 – o segundo, porque eu já sabia que o #pedescalço iria chorar e não queria que ele ficasse nervoso. Para surpresa de todos naquela sala, apenas saí um “aí, aí, aí” já no final da vacina. Incrível, estupendo … não resisti e prometi-lhe logo pizza para o almoço e gelado ao lanche. Eu sei, eu sei papás e mamãs fundamentalistas da alimentação super saudável… mas um dia não são dias e o meu Super Homem hoje merece.

#pedescalço – o ultimo, o mais pequeno, mas aquele que levou com uma carga maior. Mas portou-se que nem um herói, o outro Super Homem. Talvez porque o irmão estava por lá também. Choramingou na ultima vacina, mas rapidamente acalmou.

E para surpresa minha o #42 decidiu ganhar coragem e perguntar se podia levar o que estava em falta. Mas afinal … só em 2018!

Hoje são todos Super Homens … amanhã logo veremos!

#38

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s