Bolo de chocolate para os avós 

  
Hoje decidimos que era dia de ir visitar os meus avós. O #27 já os conhece, mas para o #pedescalço foi uma estreia.

Hoje decidimos que iríamos fazer a vontade ao #27 e íamos andar de comboio, mas não num comboio normal. Tinha que ser de alfa-pendular ou no “comboio da mega busga”, como ele o chama.

E assim demos início às nossas férias!

Partimos cedo direcção a Espinho, para passarmos o dia juntos dos meus avós. Para lá fomos de inter-cidades, bem apertadinhos. Não sei como é nos outros países, mas o acesso aos comboios e condições de viagens para famílias com bebés pequenos por cá está longe de ser a ideal. Seja como for o #27 foi encantado, com tudo. Assentos, barulhos, paisagem… Enfim, tudo! O #pedescalço não mostrou qualquer emoção… Foi sentado, de rabiosque a abanar… Tudo igual a tantas outras situações no seu dia-a-dia. Portaram-se bem e fizemos uma excelente viagem.

O dia passou-se rápido. Com o meu avô a brincar com o #27, a minha avó a adorar o #pedescalço e os “crescidos” puseram a conversa em dia. Ainda deu para passear por Espinho. A terra que se assemelha a Nova Iorque. O quê? Nova Iorque, como nos Estados Unidos? Endoideceu. Pensam vocês. Mas de facto naquela terra as rua e as avenidas têm “nomes que são números”, explicando melhor: rua 1, rua 2 e assim por diante. Very chique! Sei lá! Vimos a praia e rapidamente eu e o #42 trocamos um olhar que claramente dizia mas há assim tanto malucos para encherem esta praia? Clima fresco e água gelada, o ideal de férias! O #27 regalou-se a olhar para as babes a jogar vôlei. Parou para ver o acontecimento. Claro que por causa da bola apenas, mas acho graça pensar que já pára para ver as meninas e começar a formar o seu gosto pelo sexo oposto.

  

Depois do lanche rumamos a sul, mas desta vez no comboio da mega busga. Haviam de ver o sorriso rasgado do pequeno quando viu o comboio. Podia já estar cansada do dia, mas aqueles segundos valeram todo o esforço. A emoção foi tanta que pouco depois do início da viagem os dois pequenos dormiam. Ah! Viagem santa, pensei! Não. Claro que não. Os lugares prioritários do alfa (e neste comboio dignos desse nome) são de costas ao sentido da marcha. Logo, enjoo do #42. Eu também fiquei meio tocada, mas tive que aguentar o barco, porque o #42, como bom homem que é, ficou logo em transe por se sentir mal. Até vomitou! Enfim, homens! Mas chegamos muito bem e sem a estafa da viagem de carro. Essa é amanhã, rumo ao destino de férias.

Como gosto sempre de cozinhar algo quando sou convidada em casa de alguém, na véspera fiz um bolo de chocolate para levar. Optei por uma uma receita do “meu adorado” Chef Jamie Oliver.

  

A receita é bem mais elaborada do que o simples bolo, mas fiz apenas essa parte para facilitar o transporte. Deixo-vos a receita. É óptimo porque não se tem que bater claras em castelo o que simplifica em muito a arrumação no final. E cheio do sabor a chocolateeee!

Bolo de chocolate

Experimentem,

#38

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s