Nem tudo é mau

No fim de semana passado já tinha tudo estudado. O #42 tinha que trabalhar, mas eu ia passear com os miúdos e fazer algumas actividades. Depois na segunda-feira, feriado, íamos até à praia, já todos juntos. Até tarde para aproveitar o sunset. Afinal de contas, ainda só tinha trabalhado uma semana, mas a saudade de férias e de ter tempo de qualidade para os miúdos já era mais do que muita. Cada vez mais acho que o rácio trabalho-vida pessoal é apenas ficção. Vejo o #18 e o #27 a crescerem sem quase fazer parte desse processo.

vá! Não te desvies do tema principal e não gastes os créditos de outro post.

Pois bem. Tinha tudo em mente e só de pensar no feriado os meus olhos brilhavam. Mas no sábado o #18 prega-me uma partida e fica com febre alta e umas borbulhas na barriga. Inicialmente pensei que a febre fosse realmente alguma virose, mas que as borbulhas fossem efeito da mesma visto que os dias também estavam muito quentes. Afinal de contas já é o segundo filho e ganhamos algum traquejo com estas coisas, que nos impede de ir a correr que nem umas tresloucadas para o hospital mais próximo. Pensei logo, gaita! lá se foi o meu sunset. Ainda com uma esperança que no domingo a coisa regularizasse.

Chega domingo e as borbulhas tinham alastrado de uma forma feroz e muito feia. A febre continuava alta. Peguei nas coisas e lá fui a caminho do hospital. Sorte que nos fins de semana prolongados ninguém adoece, portanto foi uma visita de médico. Diagnóstico: varicela atípica ou impetigo. Desculpe? Im…quê? Foi a pergunta que fiz 3 vezes ao médico estrangeiro que me atendeu. Além de ter alguma dificuldade com a pronuncia nunca tinha ouvida falar de tal coisa. Mas existe. E confirmei com a nossa pediatra na terça-feira. É um infecção por staphylococcus aureos que provoca bolhas, e posteriormente feridas. Se não for atacado rapidamente pode afectar órgãos internos. Always learning!

Dado o panorama fiquei de molho com o #18 em casa. E como tudo tem corrido bem e já está muito melhor, os dias tem sido preenchidos de brincadeira e passeios. E apesar da causa que levou a esta estadia em casa até soube muito bem. Tenho tido oportunidade de estar mais tempo com ele. “Ajuda-me” em algumas tarefas e anda sempre a tagarelar de um lado para o outro. O único senão é ter sempre algo para arrumar. Xiça! Parece um poço sem fundo.

Hoje o #27 também fica conosco. Já andava com alguns ciúmes do irmão ficar com a mãe só para ele. E a fase de contágio mais grave já passou.
Lets play! A vida é bem melhor assim.

#38

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s