Ervilhas e hortelã

Este fim de semana tive um “ataque” de congelador. Acordei bem disposta, mas mal cheguei à cozinha essa boa disposição passou, quando me apercebi que a porta do congelador tinha ficado mal fechada. Escusado será dizer que a culpa é do furacão #18, que aprendeu a abrir as portas do congelador, só porque é giro! A minha sorte deve-se ao facto de nunca ter muita coisa congelada e como andamos numa de vegetais, a carne e o peixe eram mesmo escassos.

Tinha ervilhas, bananas, morangos, uns bifes e um lombo de salmão. Por isso, tive que fazer um menu de fim-de-semana forçado.

Comecei pelas minhas adoradas ervilhas. Adoro-as de qualquer forma, guisadas, numa massa, na sopa ou em creme…simplesmente acho maravilhosas aquelas bolinhas verdes. Mas como qualquer criança da sua idade, o #27 não lhes acha muita piada. Come, mas não é fã! Por oposição, o #18 adora penicá-las do prato enquanto mastiga cantando (qualquer dia tenho que fazer um video destes momentos, para partilhar! É tão fofo, mas ao mesmo tempo entra pelo ouvido e fica, fica, fica … xiça!). Para conseguir agradar a todos, decidi fazer um humus de ervilhas e hortelã. Ficou super saboroso. Ideal para fazer e guardar no frio, como SOS (não vos consigo dizer por quanto tempo, porque o que fiz … voou!).

Ingredientes:

  • 500 gr de ervilhas congeladas
  • 1 mão bem cheia de folhas de manjericão
  • 1 mão bem cheia de folhas de hortelã
  • zest e sumo de 1 limão grande ou 2 pequenos
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • sal e pimenta preta q.b

Coloquei as ervilhas numa taça e tapei-as com água a ferver, durante 1 a 2 minutos. O objectivo não é cozinhá-las, mas sim retirar o aspecto congelado e o gelo deixando-as firmes. Escorri e coloquei no robot, juntamente com os restantes ingredientes. Depois triturei até obter uma pasta cremosa.

Se quiserem mais cremosidade, podem passar o creme por uma rede. Mas a mim a textura não me faz impressão.

fullsizeoutput_125

Para animar ainda mais a pequenada, cozi um esparguete integral. Ao escorrer, reservei um pouco da água da cozedura. Misturei o humus ao esparguete e deslacei adicionando algumas colheres da água da cozedura da massa. Por fim, servi acompanhado de um pouco de mozzarella de bufala e mais uma generosa colherada de humus.

fullsizeoutput_123

Eu adorei … mas sou suspeita! A pequenada também comeu. Só não tive a opinião do grande critico #42. Fica para a próxima.

#38

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s